bannerfull

Criadores de caprinos e ovinos dobram valor de venda dos animais

Sem atravessadores, famílias do sertão vendem para cooperativa e ampliam seus rendimentos. Confira todos os detalhes!

16 de junho - 2021 às 10h59
Criadores-de-caprinos-e-ovinos-dobram-valor-de-venda-dos-animais

SDR // Divulgação

Agricultores familiares da comunidade de Mandassaia, localizada no município de Ituaçu, no Território Sertão Produtivo, comemoram o aumento da produção e da melhora dos preços de venda de caprinos e ovinos, que duplicaram. Agora, as 27 famílias da Associação dos Pequenos Produtores de Mandassaia contam com mais uma fonte de renda. A comunidade, que antes possuía aproximadamente 30 animais, hoje conta com mais de 300. E o preço da venda dos cabritos e cordeiros, que era feita para atravessadores, por cerca de R$11, dobrou de valor. Os animais passaram a ser vendidos a R$22 para a Cooperativa dos Produtores de Caprinos e Ovinos União Rio de Contas (Uniagro), que enviam os animais para o maior frigorífico do estado, especializado na produção e comercialização de carnes especiais de cordeiros e cabritos, a FrigBahia. 

Os agricultores de Mandassaia contam com o apoio do Governo do Estado. Por meio do projeto Bahia Produtiva, foram investidos R$314,9 mil em kits de criação, com 100 matrizes de caprinos e 100 de ovinos, 4 reprodutores caprinos, 4 reprodutores de ovinos, todos puro de origem. Também foram entregues 18 trituradores para a produção de ração e 30 barracas de feira livre para a venda dos produtos serem feitas com mais higiene e padronização. Para o vice-presidente da Associação dos Pequenos Produtores de Mandassaia, Márcio Araújo, o projeto melhorou muito a vida de todos beneficiários: “Aumentamos nossa produção e sem esse apoio isso não seria possível. Com os trituradores elétricos produzimos ração para os animais com palma, capim e grãos de milho, com baixo custo. E a expectativa é aumentar nosso plantel cada vez mais”. 

Para o agricultor e Assistente Comunitário Rural (ACR), Rômulo Bitencourt, a chegada do apoio do Governo do Estado proporcionou independência financeira: “Tínhamos poucos criadores. Os que já criavam, agora aumentaram o plantel e chegam a ter a renda de um salário mínimo, e outros, que começaram a criar com a chegada do projeto, também já estão vendo resultados. O Bahia Produtiva foi um divisor de águas na comunidade”.

O Bahia Produtiva é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial. O projeto está investindo R$58,1 milhões na caprino-ovinocultura em todo o estado, na base de produção, qualificação do rebanho e acesso ao mercado, beneficiando 3.753 famílias. São ações de incentivo à produção e comercialização da carne caprina e ovina, com investimento em máquinas e equipamentos, obras civis para requalificação de frigoríficos, casa de ração, abrigos para o rebanho, cisternas, aquisição de veículos para transportar carga viva e resfriada, reprodutores, entrega de mudas de palmas forrageira, entre outras. 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2021