bannerfull

Iogurtes da agricultura familiar são apresentados para mercado europeu

Cooperativa de Várzea Nova conta com 450 associados responsáveis pela produção e beneficiamento de 15 mil litros de leite por dia.

26 de fevereiro - 2020 às 14h23
Iogurtes-da-agricultura-familiar-so-apresentados-para-mercado-europeu

SECOM Bahia

 Com o intuito de proporcionar a abertura de mercados para os produtos da agricultura familiar, o governador do Estado da Bahia, Rui Costa, entregou ao embaixador da Espanha no Brasil, Fernando Casas, os iogurtes produzidos pela Cooperativa de Produção Agropecuária de Giló (Coopag), localizada no município de Várzea Nova. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (19), em Brasília. Os produtos da Coopag são elaborados com matérias-primas selecionadas, produzidas por agricultores familiares da região, e passam por um rigoroso controle de qualidade, o que proporciona mais sabor, nutrição e saúde aos consumidores.

A cooperativa conta hoje com 450 associados, oriundos da agricultura familiar, responsáveis pela produção e o beneficiamento de 15 mil litros de leite por dia, representando 98% da produção total, e 100 mil litros de iogurte por mês. Além de iogurtes, a cooperativa produz queijo mussarela, manteiga, néctar e polpas de frutas. Por meio do projeto Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), o Governo do Estado investiu R$ 1,4 milhão na expansão da unidade, que foi melhor estruturada, passou a ter uma queijaria, aumentou a oferta de produtos para merenda escolar, como manteiga e queijo. Com o crescimento, a Coopag buscou agricultores familiares também em outros municípios.

Para o secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes, a Coopag agrega a produção dos agricultores familiares: “A Cooperativa é prova que, com estratégia, união e boa aplicação dos recursos recebidos, pode-se alcançar resultados extraordinários. É inovadora e visionária. Sempre reforçamos que quando o cidadão vê um produto com selo da agricultura familiar e prioriza essa compra, podemos ter a certeza de que essa ação contribui de forma decisiva em um sistema produtivo, o que faz muito bem para os trabalhadores do campo e o desenvolvimento rural do nosso Estado”.

 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020