bannerfull

Jazida de quartzito poderá gerar mais de mil empregos em Jequié

Além do mercado nacional, parte da produção será exportada para países como Estados Unidos, Canadá, Arábia e China.

15 de fevereiro - 2019 às 10h08
Jazida-de-quartzito-poder-gerar-mais-de-mil-empregos-em-Jequi

A Tarde // Divulgação

Com investimentos de R$ 128 milhões e perspectiva de gerar mais de 1 mil empregos em Jequié, uma jazida de quatzito, com potencial de produzir 3 bilhões de toneladas de rochas ornamentais, deverá entrar em operação ainda este ano. Os detalhes do projeto foram apresentados pela empresa Granet Prospecção ao vice-Governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão, na quarta-feira (13). “A empresa pretende começar a operar com brevidade, nos próximos seis meses. E isso é muito bom para a Bahia, pois trará empregos e novos negócios para as regiões de Jequié e Ilhéus. Nos reunimos para ajustar os termos finais do protocolo de intenções, que será assinado ainda este mês”, afirmou Leão. 

A jazida está situada na Fazenda Ouro Preto, distante 20km do centro de Jequié. O empreendimento planeja uma integração com a Ferrovia Oeste Leste (FIOL), para o escoamento do minério até o Porto de Ilhéus, onde será beneficiado. Além do mercado nacional, parte da produção será exportada para países como Estados Unidos, Canadá, Arábia e China. “A previsão é de apensar toda a cadeia produtiva da região e gerar ainda mais postos de trabalho, diretos e indiretos. O quartzito substitui o granito e é utilizado em pisos de alto tráfego, por ser mais resistente”, explica Herder Mendonça, executivo da Granet Prospecção.

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2019