bannerfull

João Dourado: com racha no PT, base governista está em chamas

Com diferença mínima de votos, Rosangela Cardoso foi eleita presidenta da Câmara Municipal e deve assumir a Prefeitura. Entenda!

02 de janeiro - 2021 às 12h18
Joo-Dourado-com-racha-no-PT-base-governista-est-em-chamas

Fotos: Divulgação

Num cenário inesperado, nesta sexta-feira (1), o vereador João Rumão, maior liderança do PT em João Dourado, se desvinculou do grupo da situação e concorreu à presidência da Câmara num bate-chapa contra a vereadora governista Rosangela Cardoso (PL), cujo vice é Negão de Dego (PT). Em disputa definida com diferença mínima, Rosangela obteve 6 votos e o adversário 5. Consagrado o resultado, ela assumiu o cargo mais importante da cidade neste momento, já que decisão do ministro Luís Felipe Salomão, do TSE, indeferiu a chapa Di Cardoso (PL) e Rita de Dr. Celso (PT). 

Nesses termos, mantida a sentença que impediu a posse do prefeito eleito em 15 de novembro, a nova presidenta da Câmara Municipal vai comandar a Prefeitura de João Dourado até que outra eleição majoritária seja realizada. Nas redes sociais, João Rumão revelou o descumprimento de um acordo chancelado pelos diretórios municipal e estadual do Partido dos Trabalhadores. Na sua conta pessoal no Instagram, o histórico líder da oposição lamentou as “injúrias e difamações” sofridas e disse que jamais “seria mero instrumento nas mãos de quem busca o poder a todo custo”.
 


Nos bastidores do poder, fala-se até mesmo em expulsão de Negão de Dego por infidelidade partidária. Uma coisa é certa: em meio à tantas incertezas, a base política que levou Di Cardoso à vitória está em chamas. Nas eleições 2020, o prefeito eleito teve 685 votos de vantagem em relação ao segundo colocado. No mesmo dia, João Rumão obteve 730 votos e se habilitou para cumprir o quinto mandato no Legislativo Municipal. 

>>>Matéria Relacionada

TSE anula eleição em João Dourado 

 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2021