bannerfull

Líder sindical não descarta greve da PM

"Dia 15 é o prazo limite", garante presidente da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (ASPRA).

20 de março - 2014 às 17h05
Lder-sindical-no-descarta-greve-da-PM

* Com informações e foto do Bocão News

O vereador da capital baiana Soldado Prisco (PSDB), que também é presidente da ASPRA, sinalizou que a mudança de data da assembleia geral da PM, remarcada para o dia 15 de abril, não significa um amolecimento da categoria. "Não temos interesse em fazer greve, mas dia 15 é o nosso prazo limite", cravou, dando a entender que se as reivindicações não forem atendidas até a data a paralisação é inevitável. O líder sindical comentou as recentes declarações do secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, para quem a questão do subsídio foi colocada na pauta de reivindicações “de forma extemporânea, para criar um factoide que justificasse a greve”. "O secretário faz parte de um governo sindicalista. E um governo sindicalista sabe que o instrumento da negociação é real. Não foi apresentado de maneira factoide, não foi apresentado de maneira extemporânea. Foi apresentado em junho, o governador recepcionou o subsidio. Nós entregamos pra ele e ele recebeu. É legal, é constitucional", defendeu.

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020