bannerfull

Lídice diz que Rui Costa está “há seis meses em campanha”

Senadora comentou pesquisa Ibope/Correio e falou sobre propostas para sul do Estado durante evento em Porto Seguro.

02 de junho - 2014 às 08h21
Ldice-diz-que-Rui-Costa-est-h-seis-meses-em-campanha

Divulgação

A pré-candidata ao governo Estado, senadora Lídice da Mata (PSB), afirmou, em coletiva de imprensa neste sábado (31), em Porto Seguro, que a recente pesquisa divulgada pelo Ibope, em que aparece com 11% das intenções de voto, representa a construção de um movimento inédito na Bahia, se levado em consideração que ela é uma candidata que não tem o apoio de nenhum grupo político e nem da máquina do governo. A socialista reforçou que, de um lado, o candidato que está em primeiro lugar tem o recall de ter sido duas vezes governador, uma vez senador e duas vezes candidato ao governo nas duas últimas eleições; do outro lado, o candidato do governo está há seis meses em campanha, com o apoio de mais de 200 prefeitos. “Estar em segundo lugar e ter me mantido acima dos 10% há praticamente um ano demonstra que o povo da Bahia está buscando a construção de um caminho novo e está apostando na inovação”, avaliou.

A líder socialista esteve em Porto Seguro para participar do debate Empreendedorismo, Educação e Impacto, promovido pelo Encontro Estadual de Empresas Júnior da Bahia. Na oportunidade, Lídice também falou sobre o Projeto de Lei 437/2012, que regulamenta a atividade de Empresas Júniores no Brasil, em tramitação no Senado Federal.

Propostas - A ampliação do aeroporto, na avaliação da pré-candidata, é indispensável para o desenvolvimento do Extremo Sul da Bahia. “Essa promessa vem se arrastando e não se viabilizou nos dois últimos governos”, lembrou. Outra demanda apontada por Lídice é a necessidade de explorar a potencialidade turística de Porto Seguro, que embora seja um município situado em uma região que tem característica de nova área de expansão econômica, não consegue produzir internamente, de forma que movimente a cadeia produtiva.

“O Turista vem a Porto Seguro e consome produtos que são produzidos fora. Temos a compreensão de que o turismo tem que ser parte da estratégia de desenvolvimento do estado. É um tipo de indústria sem chaminé que gera muito emprego e renda, que tem capacidade de democratizar os dividendos porque tem cadeia produtiva grande”, reforçou.

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020