bannerfull

Monstro de Ibotirama é condenado a 12 anos de prisão

Julgamento aconteceu nesta quinta (13) e o condenado será transferido para Salvador, onde deve cumprir pena na Penitenciária Lemos de Brito.

14 de março - 2014 às 09h25

Roberto Carlos Magalhães, conhecido como monstro de Ibotirama, foi condenado a 12 anos e seis meses de prisão por tentativa de homicídio triplamente qualificado por ter inserido 31 agulhas no enteado de dois anos. Como foi antecipado pelo Sertão Baiano, o julgamento aconteceu nesta quinta (13), em Ibotirama, mas o condenado será transferido para Salvador, onde deve cumprir pena na Penitenciária Lemos de Brito.

De acordo com a assessoria do Fórum Professor Nestor Duarte, durante o julgamento foram ouvidas quatro testemunhas de acusação, duas de defesa e duas do juízo, selecionadas pelo magistrado Pedro Henrique Izidro, responsável pelo caso. O garoto, vítima da atrocidade, ainda tem quatro agulhas no corpo, mas nenhuma delas representa riscos à sua saúde. Clique aqui e entenda o caso!

 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2019