bannerfull

PF combate desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro no interior do estado

Estão sendo cumpridos 20 mandados, sendo 02 em Feira de Santana, 01 em Senhor do Bonfim, 01 em Monte Santo e 17 em Cansanção, incluindo a Prefeitura.

10 de novembro - 2015 às 11h43
PF-combate-desvios-de-recursos-pblicos-e-lavagem-de-dinheiro-no-interior-do-estado

Serviço de Comunicação Social - Polícia Federal

A Delegacia de Polícia Federal em Juazeiro, com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU), deflagrou nesta manhã (10) a Operação “Making Of”, visando combater os desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro no município de Cansanção. Estão sendo cumpridos 20 mandados de busca e apreensão, sendo 02 em Feira de Santana, 01 em Senhor do Bonfim, 01 em Monte Santo e 17 em Cansanção, incluindo a Prefeitura Municipal. A fraude investigada consistia em direcionar as licitações para as empresas controladas ou pertencentes ao prefeito municipal, em nome de “laranjas”, mediante restrição ao caráter competitivo de certame licitatórios, visando, com as contratações irregulares, o superfaturamento de preços, pagamento por serviços não realizados ou por produtos não fornecidos. Estima-se que estas empresas receberam mais de 20 milhões dos cofres da Prefeitura Municipal de Cansanção.

As irregularidades envolviam empresas ligadas a locação de veículos, fornecimento de combustíveis e lubrificantes, material didático, artigos de papelaria, material de informática, provimento de acesso a internet, locação de máquinas pesadas e caminhões, terraplanagem e obras de construção civil, todas as firmas com sede no município de Cansanção. Destaque-se que o Município de Cansanção figura entre aqueles que têm os piores indicadores sociais da Bahia, e o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) é 0,557, classificado como município de baixo desenvolvimento humano.

O nome da operação, Making Of, traduz-se no registro do processo de produção de um objeto cultural qualquer, filme, disco, show, ensaio fotográfico. Na televisão e no cinema é um documentário de bastidores, uma alusão ao que ocorre no município investigado, onde uma determinada pessoa (“laranja”) aparece como proprietário de uma empresa contratada, mas, "nos bastidores" quem controla é o prefeito municipal e sua família. Participam da operação 80 Policiais Federais e 13 servidores da Controladoria-Geral da União.

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2019