bannerfull

Pinheiro cobra início das obras do aeroporto de Vitória da Conquista

Projeto prevê pista de pouso e decolagem, vias de acesso, estacionamentos, pátio de aeronaves, redes de iluminação publica, cabines de medição e controle de navegação aérea.

08 de maio - 2014 às 08h10
Pinheiro-cobra-incio-das-obras-do-aeroporto-de-Vitria-da-Conquista

Divulgação

O senador Walter Pinheiro (PT/BA) fez um encaminhamento nesta terça-feira (06), ao ministro da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Moreira Franco, para que seja dada celeridade no início das obras do aeroporto de Vitória da Conquista, no sudoeste do Estado. Durante pronunciamento no plenário, Pinheiro registrou sua insatisfação com o atraso nas obras. “Falei com o ministro sobre as minhas reclamações e solicitei que fosse eliminado qualquer entrave técnico para o início efetivo das obras do aeroporto”, relatou, lembrando das inúmeras reuniões que precederam a assinatura da Ordem de Serviço para a construção do empreendimento, ocorrida em fevereiro deste ano.

Pinheiro lembrou da importância da reestruturação da malha aérea  dos aeroportos regionais na ampliação da capacidade de logística, com benefícios diretos para o desenvolvimento econômico e social do Estado da Bahia. Segundo o senador petista, o ministro se comprometeu a pôr um fim ao impasse. “Creio que qualquer motivo técnico será superado para que sejam eliminadas as pendências e não mais sejam retardadas as obras”, enfatizou.

O projeto prevê pista de pouso e decolagem medindo 2.300 metros de extensão, vias de acesso, estacionamentos, pátio de aeronaves, redes de iluminação publica, cabines de medição e controle de navegação aérea, farol rotativo, sinalização e iluminação noturna. O aeroporto terá mais R$ 20 milhões em investimentos do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (Profaa). A construção será executada pelo consórcio formado pelas empresas Top Engenharia e Paviservice Serviços de Pavimentação, grupo que apresentou o menor preço na licitação concluída em janeiro desse ano, R$ 55,5 milhões.

 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020