bannerfull

Polícia encontra cabeça de homem dentro de saco plástico em Feira

O corpo do homem esquartejado ainda não foi localizado pela polícia. Episódio lembra o filma Jogos Mortais!

24 de novembro - 2014 às 09h31
Polcia-encontra-cabea-de-homem-dentro-de-saco-plstico-em-Feira

Com informações do Correio* / Foto: Acorda Cidade

A cabeça de um homem esquartejado foi encontrada em Feira de Santana, município localizado a 110 quilômetros de Salvador, na manhã deste domingo (23). De acordo com informações da Polícia Civil, a cabeça foi encontrada por volta das 9h30, no bairro Vila Verde, no Conjunto Feira X. Ela estava enrolada em um saco plástico. O corpo do homem decapitado, que ainda não teve a identidade divulgada, ainda não foi localizado. A cabeça da vítima foi encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana, onde deverá passar por uma perícia. A Polícia Civil não confirma a identificação da vítima, mas a companheira dele afirma que o rapaz foi sequestrado por quatro homens que estavam no carro dele, um Gol Preto, na manhã do sábado (22).

Ao ser ouvida por um sargento da PM, ela relatou que recebeu uma ligação com um número restrito na manhã deste domingo, e que ao atender, ouviu que o marido, Marcelo Roberto Pinho, 23 anos, foi esquartejado. Segundo o site Acorda Cidade, o desconhecido ainda informou que o tronco e as pernas de Marcelo estariam em outra cidade. Ainda não há mais informações sobre a autoria e motivação do crime, que será investigado pela Delegacia de Homicídios (DH) da cidade. Este é o segundo caso de esquartejamento registrado em Feira de Santana no mês de novembro: Luiz Augusto Oliveira de Jesus, de 19 anos, foi encontrado em um saco, já em estado de composição, em uma avenida próxima ao aterro sanitário de Feira de Santana. Segundo a delegacia da cidade, Luiz foi visto pela última vez na segunda-feira (3) e estaria envolvido com tráfico de drogas.

Cenas do filme Jogos Mortais...

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020