bannerfull

Prêmio Braskem de Teatro se reinventa e será transmitido pela TV

Celebração será realizada no dia 18 de outubro nos estúdios da TVE com formato de programa de televisão. Massa!

30 de setembro - 2020 às 11h35
Prmio-Braskem-de-Teatro-se-reinventa-e-ser-transmitido-pela-TV

ATCOM Divulgação

A 27ª edição do Prêmio Braskem de Teatro se reinventa, buscando recursos da linguagem televisiva para promover uma noite do teatro baiano na tela da TV. A cerimônia será realizada no dia 18 de outubro no estúdio da TVE, garantindo as medidas de prevenção e segurança essenciais para o momento. Com direção artística de Gil Vicente Tavares, o espetáculo terá o formato de programa de televisão ao vivo com o tema "A história do teatro em tempos de exceção e a relação com o tempo atual".

"A pandemia trouxe uma desesperança por não saber o que vai acontecer. Mas queremos mostrar que ao longo da história da humanidade, o teatro já sofreu outros impactos por pandemias, guerras e questões religiosas e políticas. Chegou até a ser proibido, mas ressurgiu melhor e mais incrível. Com isso, queremos inspirar esperança, mostrando que vivemos um momento diferenciado, mas temos uma história incrível no passado e que coisas fantásticas vão acontecer no futuro", explica Gil Vicente, diretor, dramaturgo, compositor e vencedor de diversas edições do Prêmio Braskem de Teatro.

O diálogo entre passado e futuro estará presente durante todo programa, valorizando os momentos mais marcante da trajetória de 27 anos da premiação. "Durante toda sua história, o prêmio cumpriu um papel crucial para a cena teatral, fomentando e valorizando os artistas baianos. Esse reconhecimento impulsiona a arte e gera avanços e inovações, o que é fundamental principalmente no momento atípico que vivemos. A Braskem acredita que esse potencial de transformação pode contribuir para criar uma sociedade mais consciente e diversa", afirma Magnólia Borges, gerente de Relações Institucionais da Braskem na Bahia.

Teatro na TV - Mesmo dentro de um estúdio de televisão, o teatro estará presente na cerimônia por meio da cenografia, que explora elementos simbólicos dessa linguagem artística. É nesse contexto que o foyer, onde normalmente o público se reúne aguardando o início da apresentação, será "recriado" por meio de salas virtuais, onde todos os indicados poderão interagir. "Além da importância do prêmio em si, a cerimônia é um momento especial de confraternização da classe artística. Por isso, entendemos que era fundamental recriar esse espaço para que mesmo online, todos estivessem juntos, vibrando e mandando mensagens. Dessa forma, toda a sinergia deste dia estará presente", esclarece o diretor artístico.

Outro diferencial será a visibilidade para a comissão julgadora, inovando por apresentar as impressões sobre como foi o processo de avaliação. Nessa edição, os destaques das artes cênicas na Bahia em 2019 foram escolhidos por Andrea Elia, atriz, diretora e professora de teatro; Elaine Cardim, atriz, doutoranda em Artes Cênicas e professora da Escola de Teatro da Universidade Federal da Bahia (UFBA); João Lima, diretor e presidente da Cooperativa Baiana de Teatro; Marilza Oliveira, doutoranda, mestra em Dança e professora da Escola de Dança da UFBA; e Marcos Uzel, jornalista, escritor e professor com pós-doutorado em Artes Cênicas.

Os indicados também terão protagonismo na cerimônia, afinal ser um dos destaques da cena teatral já é um lugar de prestígio. Por meio de depoimentos, eles poderão demonstrar a representatividade dessa indicação para as carreiras deles. Em 2019, a comissão julgadora avaliou 58 peças teatrais baianas profissionais e inéditas, que estiveram em cartaz em Salvador entre 4 de abril e 23 de dezembro, escolhendo os concorrentes para as categorias de Espetáculo Adulto, Espetáculo Infantojuvenil, Texto, Direção, Ator, Atriz, Revelação e categoria Especial. O Prêmio Braskem de Teatro é uma realização da Caderno 2 Produções e patrocinado pela Braskem e Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.
 



Confira a lista de indicados: 

Ø  Espetáculo Adulto
 

•         Holocausto Brasileiro

•         Última Chamada

•         Pele Negra, Máscaras Brancas

•         Sonho de uma Noite de Verão na Bahia

•         Vermelho Melodrama


Ø Espetáculo Infantojuvenil


•         Sarauzinho da Calú

•         O Jabuti e a Sabedoria do Mundo

•         Tati Búfala

•         Eu vou te dar alegria


Ø  Texto


•         Gildon Oliveira e Jorge Alencar, por Vermelho Melodrama

•         Aldri Anunciação, por Embarque Imediato

•         Diego Araújo, por Holocausto Brasileiro

•         Gildon Oliveira, por Das Coisa Dessa Vida

•         Luis Antônio Sena Júnior, por Última Chamada


Ø  Direção


•         Onisajé (Fernanda Júlia), por Pele Negra, Máscaras Brancas

•         Thiago Romero, por Última Chamada

•         Jorge Alencar, por Vermelho Melodrama

•         João Miguel, por Das Coisa Dessa Vida

•         Diego Araújo, por Holocausto Brasileiro


Ø  Ator


•         Ricardo Fagundes, por Das Coisa Dessa Vida

•         Eduardo Gomes, por Vermelho Melodrama

•         Jarbas Oliver, por Sonho De Uma Noite De Verão Na Bahia

•         Israel Barreto, por O avô e o Rio / Revolução

•         Everton Machado, por Balada De Um Palhaço


Ø  Atriz


•         Márcia Lima, por Holocausto Brasileiro

•         Edvana Carvalho, por Aos 50 Quem Me Aguenta?

•         Ana Mametto, por Sonho De Uma Noite De Verão Na Bahia

•         Véu Pessoa, por Vermelho Melodrama

•         Fernanda Beltrão, por Dois Pesos, Duas Medidas


Ø  Revelação


•         Elisleide Bonfim, pela atuação em Holocausto Brasileiro

•         Caio Rodrigo, pelo texto de As Cidades

•         Matheuzza, pela atuação em Pele Negra, Máscaras Brancas

•         Rodrigo Lélis, pela atuação em Osso

•         Cristina Leifer, pelo texto de Ensaios Sobre O Fim


Ø  Categoria Especial


•         Aianne Bilitário e Marcos Lobo, pela cenografia de Escorpião

•         Luis Santana, pelo figurino e adereços de Vermelho Melodrama

•         Yacoce Simões, pela direção musical de Sonho de Uma Noite de Verão na Bahia

•         Euro Pires, pelo figurino de Aos 50 Quem Me Aguenta?

•         Erick Saboya, pela cenografia de As Cidades

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020