bannerfull

Sebrae apoia retomada do turismo na Chapada Diamantina

Projeto visa preparar pequenos negócios para protocolos de saúde e biossegurança adotados por destinos turísticos.

27 de setembro - 2020 às 08h21
Sebrae-apoia-retomada-do-turismo-na-Chapada-Diamantina

Agência Sebrae de Notícias

Situada no coração do estado, a região da Chapada Diamantina tem o turismo como um dos principais motores de sua economia e, aos poucos, está retomando as atividades que foram suspensas devido a pandemia do novo coronavírus. Atento a este contexto, o Sebrae em Irecê criou o projeto Reconecta Chapada Diamantina com o objetivo de apoiar os empresários locais em relação aos protocolos de saúde e segurança que precisam ser adotados, além de contribuir para o desenvolvimento de um novo cenário do turismo na Chapada, tendo em vista as novas tendências de mercado e o perfil do consumidor.

Lançado em julho, o Reconecta Chapada prevê a realização de encontros setoriais coletivos on-line, assessoria técnica individualizada e ações para inteligência de mercado junto aos segmentos de bares, restaurante e similares, meios de hospedagem, agências de receptivo e atrativos privados. Além disso, 30 empresas receberão atendimentos individuais mensais, até o mês de dezembro, para elaboração de uma matriz de desempenho que resultará em um plano de ação empresarial individual, com orientações sobre os protocolos de biossegurança. 
A analista do Sebrae em Seabra, Michelle Nonato, explica que também consta na proposta do projeto Reconecta a preparação das empresas para conquistar os selos que os destinos turísticos garantem a saúde dos viajantes, são eles: “Turismo Responsável”, do Ministério do Turismo, e o selo de segurança global, "Safe Travels", concedido pelo World Travel & Tourism Council (WTTC). 

“Tanto os atendimentos individuais, quanto os encontros coletivos, têm sido bastante produtivos e estão proporcionando uma reconexão entre as empresas neste momento de incertezas. Esse também é um momento para apoiar a promoção estratégica da Chapada Diamantina, frente à retomada do turismo”, avalia Michelle. 

Os encontros coletivos serão a oferecido a 90 empresas com o intuito de possibilitar a integração regional. Até o momento, já foram discutidos temas relacionados aos protocolos de biossegurança e marketing. Ainda serão abordados aspectos estratégicos financeiros em tempos de pandemia, sustentabilidade, inteligência de mercado, liderança e gestão de pessoas e sistema de gestão da segurança.
Para Branca Pires, diretora do veículo jornalístico Guia Turístico Chapada Diamantina, a participação no Reconecta Chapada Diamantina remete ao que o próprio nome significa: uma reconexão. “O projeto nos possibilita acessar as informações necessárias para que a gente retome as atividades turísticas com assertividade e principalmente com integração. Reconectou tudo, como diz o próprio nome do projeto”. 

Para ter acesso a mais conteúdos, siga o perfil @sebraebahia nas redes sociais: Instagram, Facebook, Twitter, Youtube, Linkedin, e faça parte do canal no Telegram, que pode ser acessado pelo LINK.

 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020