bannerfull

SEMI ANEL VIÁRIO FARÁ CONEXÃO ENTRE O PASSADO E O FUTURO DE IRECÊ

Marco da gestão Elmo Vaz, obra de Infraestrutura vai interligar três rodovias e reduzir o fluxo de veículos pesados no Centro da cidade. Conheça todos os detalhes!

09 de julho - 2021 às 11h55

“Preferi olhar o Brasil na dimensão de seu futuro e prepará-lo em tempo para o dia de amanhã”. A frase imortalizada pelo presidente Juscelino Kubitschek evidencia a coragem de um gestor público que teve a audácia de pensar além do seu tempo. Mais do que viabilizar a construção de Brasília, o Governo JK (1956-1961) se notabilizou pelo desenvolvimento econômico e industrial do país. Com o vertiginoso crescimento de Irecê, é imperativo planejar a cidade que será herdada pelas próximas gerações. Diante do desafio, levando em conta às potencialidades da região, a Prefeitura de Irecê assumiu o compromisso de tirar do papel o Semi Anel Viário - importante obra de Infraestrutura que vai interligar três rodovias estaduais e dar um novo “norte” ao vetor de expansão do município. 

De acordo com o projeto idealizado pelo prefeito Elmo Vaz, uma nova estrada vai conectar a BA 148 à BA 432, com dois contornos instalados nos sentidos Irecê-Ibititá e Irecê-Lapão. Das imediações do Aeroporto, passando pelo que hoje ainda é zona rural, a nova via chegará ao Bairro Recanto 2, onde uma rotatória também será implantada. O último trecho sai novamente do espaço urbano e abre caminho até à Estrada do Feijão (BA 052), completando o Semi Anel com outro contorno nas proximidades do Mercado do Produtor. Ao todo, serão 7 km de extensão com mão dupla, acostamento, ciclovia, iluminação e sinalização de segurança. O objetivo, segundo Elmo, é garantir o “escoamento da produção agrícola do território e reduzir consideravelmente o fluxo de veículos pesados na Avenida 1º de Janeiro”. 

ABRINDO NOVOS CAMINHOS 

Além de preservar as ruas do Centro de Irecê e dar mais segurança a pedestres, ciclistas, motociclistas e condutores de carros leves, o Semi Anel Viário vai fortalecer a cadeia produtiva e facilitar a distribuição de mercadorias de diversas cidades - uma vez que a Irrigação e a Agricultura Familiar são pilares da economia da região. “Quando concluído, esse projeto audacioso será um marco do processo de urbanização sustentável de todo o território”, avalia o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Jazon Júnior. Com licitação já autorizada pelo governador Rui Costa, a primeira etapa foi orçada em R$ 14 milhões. 
 


Abrindo novos caminhos, o governo Elmo Vaz pavimentou a estrada que liga o Mercadão à BA-052 e construiu a Avenida Ineny Nunes Dourado, conectando o Centro do município à Estrada do Feijão. A Prefeitura também vai executar a macrodrenagem e fazer o esgotamento sanitário da cidade, projetos que vão acabar com pontos de alagamento e proporcionar mais qualidade de vida ao povo ireceense. É preciso destacar também a ampliação do Aeroporto de Irecê e a abertura para voos comerciais, proposta já incluída no plano de expansão aeroportuária do Estado. “Temos a responsabilidade de cuidar do presente e também projetar o futuro. Mesmo com tantos desafios, é nosso dever entregar uma cidade bem estruturada, desenvolvida e ainda mais bonita para nossos filhos e netos”, concluiu o prefeito. 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2021