bannerfull

TRE revela cidades com mais baixos índices de escolaridade entre aptos a votar

Em Tanque Novo, 46% da população acima de 16 anos é formada por analfabetos funcionais.

02 de agosto - 2016 às 09h20
TRE-revela-cidades-com-mais-baixos-ndices-de-escolaridade-entre-aptos-a-votar

Jairo Costa Júnior / Satélite Correio

As estatísticas atualizadas sobre o eleitorado na Bahia, divulgadas pelo TRE no início da semana passada, revelam em detalhes as cidades com os mais baixos índices de escolaridade entre a população acima de 16 anos e apta a votar na disputa deste ano. No ranking de eleitores analfabetos, Pedro Alexandre, localizada na divisa com Sergipe, lidera isoladamente, com índice de 28%, 20 pontos acima da média do estado - cerca de 8%. Em seguida, vêm Itapicuru (23%), Sítio do Quinto (22%), Coronel João Sá (22%), Gongogi (21%) e Guaratinga (21%). 
Em mais 16 municípios, o analfabetismo atinge quase um quinto do universo de habitantes cadastrados no TRE.

Outras 234 cidades superaram a marca de 10%. Na faixa dos chamados analfabetos funcionais, que apenas leem e escrevem, Tanque Novo, ao sul da Chapada Diamantina, ocupa o topo, com percentual de 46%, seguido de perto por Ituaçu (45%), Pilão Arcado (44%), Lagoa Real (44%), Guajeru (42%) e Candiba (42%).  Na ponta contrária, os menores índices de analfabetismo foram registrados em Madre de Deus (1%), Salvador, Simões Filho, São Francisco do Conde, Lauro de Freitas e Camaçari, todos com 2%.

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2019