bannerfull

TV Bahia exibe programa especial sobre o Rio Paraguaçu

Reportagem conta histórias em torno do maior rio baiano e mostra agricultura e economia local. Se ligue!

07 de junho - 2019 às 11h50
TV-Bahia-exibe-programa-especial-sobre-o-Rio-Paraguau

Correio 24 horas

Fernanda Meneses

Nasce na Chapada Diamantina e desemboca na Baía de Todos-os-Santos, servindo de sustento para muitas famílias por onde passa, o maior rio genuinamente baiano foi fotografado em uma expedição do fotografo Rui Rezende e virou um especial que vai ser apresentado pela repórter Georgina Maynart. Fazendo o caminho contrário, saindo da foz na Baía de Todos-os-Santos até a nascente no município de Barra da Estiva, o especial chamado O Gigante Paraguaçu, celebra a força, a beleza e cultura ribeirinha às margens do Rio Paraguaçu. O especial é dividido em três partes.  A primeira focada no rio e as histórias dos ribeirinhos, a segunda na agricultura e pecuária e a terceira e última focada no turismo. 

O Rio Paraguaçu além de ser o maior rio genuinamente baiano, é uma importante fonte de renda das famílias que vivem nas regiões por onde passa e um importante movimentador da economia local. Ele é responsável por 60% do abastecimento de água da região Metropolitana de Salvador. O especial vai mostrar os cenários turísticos, importante movimentador da economia, os agricultores que usam da água do rio para geração de alimentos e toda beleza dos 600 Km que o Paraguaçu percorre. 
 


Em conversa com a repórter, Gerogina Maynart, contou que fazer uma reportagem sobre o Paraguaçu era um sonho antigo da equipe e que o convite de Rui foi uma parceria muito boa. Segundo ela a parceria com o fotografo foi essencial para o projeto acontecer. Falou ainda que ver o programa pronto é motivo de muita felicidade para todos os envolvidos que se esforçaram bastante para tornar esse sonho possível. “Ver o projeto pronto agora tem sido um sonho. Um sonho realizado”, conta.

Rui Rezende é um dos melhores fotógrafos do país e é especialista em fotografia de natureza e imagem áreas. A jornada de Georgina, do fotógrafo Rui, do cinegrafista Miro Filho, do Piloto Guilherme Andrade e da equipe de apoio composta por Gabriel Rezende e Ibison Araujo, durou 9 dias, 22 horas de voo e 190 horas de estrada e pode ser vista sábado (8), depois do Mosaico Baiano. Uma exposição em celebração da exibição do programa com as fotos do projeto está acontecendo desde quarta-feira (5), na Praça de Alimentação do Salvador Shopping. O dia escolhido para abertura foi comemoração à Semana do Meio Ambiente. 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2019