bannerfull

Websérie baiana é protagonizada por mulher negra

Atração retrata cotidiano de uma super heroína de forma leve e bem humorada. Massa!

01 de julho - 2021 às 12h28
Websrie-baiana-protagonizada-por-mulher-negra

Divulgação

Casada e mãe de dois filhos, uma heroína negra é a protagonista da websérie Punho Negro, que será lançada neste dia 02 de julho, às 19h, no Youtube. Em cinco episódios, um por semana, mais uma vez Punho Negro traz a representatividade e discute e as pressões sociais que a mulher sofre no dia a dia. Além dos vídeos, acontecerão dez oficinas com tema "Filma AÊ  - Por uma produção audiovisual sem limite", ministradas aos sábados, de forma on-line e gratuitas, pelo Coletivo Êpa Filmes. 

Seguindo todos os protocolos de segurança, na nova temporada, a heroína mostra as que as dificuldades estão maiores com a pandemia. A nova temporada reforça a questão da família, com integrantes mais unidos. A série traz uma protagonista diferente para o universo dos heróis, majoritariamente masculino e branco. Nela, Tereza é uma mulher que passa o dia enfrentando vilões ao se transformar na justiceira Punho Negro, mas ser uma heroína e ter super força não elimina as cobranças para cuidar da casa, do marido e dos filhos.

No seu dia-a-dia, Tereza precisa conciliar sua carreira de heroína com os desafios da vida pessoal. De forma cômica e leve a websérie aborda o universo dos super-heróis com um olhar crítico, levantando questões e problemas que são comuns ao cotidiano de muitas mulheres. A tecnologia é muito presente nesta fase da websérie, como tem sido usada no dia a dia pandêmico, com vídeo chamado e demandas a heroína via aplicativo. Em 2018, a Websérie foi selecionada para a quarta edição do Rio WebFest, o maior festival de webséries do Hemisfério Sul, concorrendo a três categorias: Melhor Ideia Original, Melhor Atriz de Ação e Júri Popular. Sendo vencedora do prêmio de Melhor Ideia.

>>>Clique AQUI e saiba mais 

Edital - A segunda temporada da websérie Punho Negro, um projeto do Coletivo Êpa Filmes e realização da Mil Produções Artísticas, tem apoio da Oi Futuro e Patrocínio da Oi e do Governo do Estado, por meio do Fazcultura, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda.

 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2021