bannerfull

Yazaki ameaça fechar as portas e se instalar em Sergipe

Empresa que mais emprega em Feira de Santana passa por crise e dá licença remunerada a 1.200 funcionários até final de junho.

09 de junho - 2014 às 17h06
Yazaki-ameaa-fechar-as-portas-e-se-instalar-em-Sergipe

Foto ilustrativa

A indústria Yazaki, com sede em Feira de Santana, está prestes a fechar as portas. Com cerca de 1.200 funcionários, a empresa concedeu licença remunerada a todos os funcionários até o dia 30 de junho. O deputado estadual Carlos Geilson (PTN), em pronunciamento na Assembleia Legislativa da Bahia, falou da preocupação com o possível fechamento da indústria que mais emprega em Feira e, que após doze anos na cidade, mergulha em uma crise sem precedentes. “Ao que tudo indica, a empresa está com os dias contados em Feira, para se instalar no estado de Sergipe. Não podemos perdê-la. Imaginemos, senhores e senhoras, quantas pessoas ficarão desempregadas. O governo do estado não pode ficar de braços cruzados, vendo esses funcionários na eminência de perderem seus empregos e sem nada fazer. Estamos perdendo a Yazaki para outro estado, não para outra cidade, por isso estou clamando ao governador, que seja o intermediador dessa situação”, afirmou o parlamentar. Geilson ainda lembrou que a Bahia já perdeu outros investimentos, como uma fábrica de automóveis para Pernambuco e uma indústria de calçados para o Ceará.

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2019