bannerfull

Zé das Virgens e Jacó mantêm distanciamento

Petistas disputaram votos para Assembleia Legislativa e agora ‘lutam’ por protagonismo no PT de Irecê.

16 de outubro - 2014 às 16h54
Z-das-Virgens-e-Jac-mantm-distanciamento

Foto: Renato Sampaio / Sertão Baiano

Nesta quinta-feira (16), por pura coincidência ou obra do destino, os petistas Zé das Virgens e Mario Augusto de Almeida Neto - mais conhecido como Jacó - sentaram lado a lado durante evento promovido, em Irecê, pelo “time” de Jaques Wagner e Dilma Rousseff. Foi a primeira vez que os dois dividiram o mesmo espaço num evento desta natureza, após a intensa disputa por votos na região. No último pleito, apesar do partido ter perdido espaço em Irecê, Zé das Virgens e Jacó concorreram à vaga na Assembleia Legislativa, o que dividiu o eleitorado e causou um grande desgaste entre militantes e lideranças do grupo. O clima ficou ainda mais pesado quando Jacó disse, em entrevista à rádio Caraíbas FM, que teria se tornando a principal liderança do PT na cidade, em função do melhor desempenho nas urnas. De acordo com dados da Justiça Eleitoral, Jacó obteve 35.210 votos e Zé, 13.789.

Hoje, mesmo posicionados ombro a ombro, os dois não trocaram palavra. Em discurso, o ex-prefeito de Irecê usou uma metáfora para comentar a votação no último dia 5: “a colheita foi pequena, mas com certeza dá para guardar sementes para o próximo plantio”. O outro companheiro, por sua vez, aproveitou para enaltecer as virtudes do senador eleito Otto Alencar (PSD) e pedir empenho total dos prefeitos e movimentos sociais no segundo turno.

Coisas da política...  

Leia matérias relacionadas:

Aécio é ‘massacrado’ durante evento pró-Dilma em Irecê 

Região de Irecê: Beto Lelis, Zé das Virgens e Hermenilson podem gastar até R$ 8 milhões em campanha

Galeria de fotos

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020