bannerfull

Barba Tattoo faz promoção para leitores do Sertão Baiano

Conheça a história desse artista que trocou o caos da capital pela qualidade de vida do interior. Abra sua mente!

04 de julho - 2018 às 15h30
Barba-Tattoo-faz-promoo-para-leitores-do-Serto-Baiano

Fotos: Divulgação

Por Daniel Pinto

Com saudade da família e de “saco cheio” da agitação da capital baiana, Daniel Vasconcelos Pereira, 26 anos, decidiu voltar à terra natal para se estabelecer profissionalmente e para recuperar a paz de espírito. A partir de então, o coração aflito deu lugar ao otimismo. Do caos, nasceu a esperança: em fevereiro deste ano, depois de uma correria insana, foi inaugurado em Irecê o Barba Tattoo Stúdio, que em pouco tempo causou um “rebuliço” na cidade. Daniel agora é Barba, tatuador, designer, músico, amigo e defensor dos animais. 

Apesar de ser artista polivalente, o foco, a vocação principal é mesmo a tatuagem, que surgiu em sua vida aos 10 anos quando o tio o levou até um estúdio. “Fiquei de cara! Aquele episódio marcou minha vida”, relembra. Após a adolescência, comprou, escondido dos pais, um kit de tatuagem e começou a riscar os “amigos-cobaias” em Salvador, para onde tinha ido estudar. A essa altura já tinha decidido se tornar tatuador profissional.

PROMOÇÃO: Quem imprimir essa matéria e levar no estúdio ganha 10% de desconto na sessão de tatuagem.

Barba Tattoo Studio e Tabacaria Santa Ganja - Rua Alípio Nunes Dourado, nº 82, de segunda a sexta - 10h às 22h // aos sábados das 10h às 17h.


Como todo jovem sem experiência, buscou o auxílio de amigos que já labutavam na área. “Eles me deixavam usar o espaço e eu acabava fazendo de tudo: limpeza, gerenciamento de redes sociais, avião de lanche... kkkk! Esses caras me deram toda a oportunidade que eu podia ter... Sou muito grato”, afirmou Barba em entrevista ao Sertão Baiano, numa referência direta aos mestres Álvaro Tattoo (que hoje mora em SP), Jorginho King Cobra e Cezinha Franco (ambos do Duendes Tattoo Studio - SSA). 

Hoje, já com o seu próprio negócio, o cara é fera em pontilhismo, aquarela, trabalhos geométricos, cartoons, preto e branco... E tantas outras técnicas. “Só não faço realismo. Já recusei diversos trabalhos. Eu prezo pela qualidade e pela satisfação do cliente. Encaro minha profissão com muita responsabilidade”. Na avaliação de Barba Vasconcelos, o cenário da tatuagem em Irecê é forte e consolidado. Entretanto, ainda existem muitos desafios pela frente. “Tenho vontade de promover uma convenção aqui, mas ninguém faz nada sozinho. Acho que a galera precisa se unir cada vez mais: não só o pessoal da tattoo, mas todo mundo do Rock e do cenário undergraoud. É preciso deixar as diferenças de lado e pensar em algo maior”.  

Mente aberta 

Além da tatuagem, as principais referências culturais de Barba veem da música, cinema, fotografia e da percepção do mundo. “O importante é manter a mente aberta! Até mesmo uma cena cotidiana, como o por do sol, pode te dar uma perspectiva diferente. Vamos deixar o modismo de lado e trabalhar para desenvolver o potencial criativo. Só assim podemos expandir nossa mente e nos tornarmos pessoas melhores”.

Marcações, orçamentos e dúvidas pelo whatsapp (74) 9.9908-0750 

Facebook
                                                                             Instagram  

Email: barbavasconcelos@gmail.com

* Nota do Editor: Entrevista realizada no Jhonny Rock Bar, o “Cavern Club” de Irecê, morada de quem gosta de Rock, cerveja, cambuí, escondidinho, churrasco, malquerença, resenha e diversão!
 

Galeria de fotos

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2018