bannerfull

Barro Alto: Dadê é punido pela Justiça Eleitoral

Candidato da oposição baixou o nível da campanha e partiu para ofensas pessoais. Lamentável!

05 de novembro - 2020 às 11h56
Barro-Alto-Dad-punido-pela-Justia-Eleitoral

Foto: Divulgação

Em decisão publicada nesta terça (03), o juiz José Onofre Alves Júnior, da 174ª Zona Eleitoral, determinou a imediata suspensão de jingle do candidato à Prefeitura de Barro Alto Dadê Oliveira (PSB) que traz ofensas pessoais ao adversário Orlando Amorim (PL). Ao analisar a música, o magistrado constatou que a propaganda eleitoral não se limitou à crítica política. “As sátiras e paródias são inerentes ao regime democrático e à liberdade de expressão na exata tradução da proteção que lhe é dispensada pelo legislador constitucional, não podendo, contudo, ser traduzidas como liberalidade ou autorização para formulação emulada sob roupagem artística de ofensas à honra”, destaca.

Diante do exposto, o juiz Onofre Jr. concedeu liminar com ordem expressa para que o referido jingle seja proibido de ser veiculado “em carros, Facebook, Instagram, Whatsapp, bem como em quaisquer veículos particulares, pelo período legal da propaganda”. Com uma campanha marcada pela baixaria e pelo desrespeito aos valores tradicionais, a comunidade barroaltense está estarrecida com o comportamento de Dadê Oliveira. Após a punição da Justiça, o sentimento comum é de que o candidato da oposição não reúne as condições necessárias para conduzir o destino de uma cidade tão importante como Barro Alto. 

>>>LEIA MATÉRIA RELACIONADA 

Orlando tem preferência de 52,6% do eleitorado de Barro Alto  

 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020