bannerfull

Ângelo Coronel minimiza influência de ACM Neto e Zé Ronaldo

Prefeito de Salvador ficou de ‘salto alto’ e ‘ripa caiu’ em Feira de Santana, ironizou deputado reeleito.

16 de outubro - 2014 às 15h09
ngelo-Coronel-minimiza-influncia-de-ACM-Neto-e-Z-Ronaldo

Foto: Renato Sampaio / Sertão Baiano

Daniel Pinto

O “alvo” principal, sem dúvida alguma, foi o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, mas - durante evento pró-Dilma, em Irecê, nesta quinta (16) - sobrou também para duas das principais lideranças do Democratas na Bahia: os prefeitos ACM Neto (Salvador) e Zé Ronaldo (Feira de Santana). Durante discurso, o deputado estadual Ângelo Coronel (PSD), reeleito com mais de 26 mil votos no território, disse que, durante a campanha, Neto ficou de “salto alto”, mas quando as urnas foram abertas na capital “Rui [Costa] teve mais de 100 mil votos de vantagem [em relação a Paulo Souto] e Otto Alencar desbancou, com folga, os outros candidatos ao Senado”. Em Feira de Santana, segundo maior colégio eleitoral do estado, seguiu Coronel, “a ripa também caiu depois da contagem de votos”.

O preâmbulo, em tom de chacota política, serviu para minimizar o potencial eleitoral dos adversários e mostrar às lideranças políticas da região que o projeto encabeçado pelo PT tem mais consistência. “Vamos passar uma esponja no primeiro turno e trabalhar pela vitória de Dilma agora, no segundo turno”, finalizou o parlamentar.

Leia matérias relacionadas:

Aécio é ‘massacrado’ durante evento pró-Dilma em Irecê

Wagner pode ser ministro num eventual 2º mandato de Dilma

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020