bannerfull

Bahia vai exportar café da Agricultura Familiar para a China

Governo do Estado investiu cerca de R$3,4 milhões na cadeia produtiva em Barra do Choça. Saiba mais!

11 de julho - 2019 às 10h43
Bahia-vai-exportar-caf-da-Agricultura-Familiar-para-a-China

Fonte: Ascom/Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR)

De Barra do Choça para a China, o café da agricultura familiar atravessa fronteiras e conquista o paladar dos asiáticos. Ainda neste ano, a Cooperativa Mista dos Pequenos Cafeicultores de Barra do Choça e Região (Cooperbac) começa a exportar seus produtos para o país asiático. Na última terça-feira (9), um grupo da Câmara de Comércio da China conheceu as instalações da cooperativa baiana da agricultura familiar, que tem previsão de enviar para o país cerca de 40 toneladas de café por mês. O Governo do Estado, por meio do Bahia Produtiva, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), investiu cerca de R$3,4 milhões na cadeia produtiva do café da cooperativa, possibilitando agregar valor à produção e alavancar a comercialização do produto.

Os investimentos deram um salto na qualidade da produção, com a oferta de assistência técnica e extensão rural (Ater), aquisição de equipamentos como cinco despolpadores e 20 estufas instalados nas propriedades dos agricultores, o que resultará na linha gourmet da Cooperbac. A cooperativa também teve sua estrutura contemplada com máquina pesadora, modeladora e empacotadora a vácuo, ampliando o acesso ao mercado.

A presidente da Cooperbac, Joara Oliveira, destaca que a exportação de uma grande quantidade de café significa que os cooperados estão organizados: “Isso foi possível graças aos investimentos que o Governo do Estado tem feito na qualificação da agroindústria e na qualificação das unidades familiares. Significa que esses projetos estão promovendo renda pra os nossos produtores. Se a gente está fazendo essa exportação hoje é graças a esse projeto, o que vai gerar muita economia e vai tirar a figura dos atravessadores da vida dos nossos produtores”.

Para o secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes, a Cooperbac está fazendo uma revolução, desde o plantio até a comercialização, produzindo café de qualidade, com inovações fantásticas: “Somos parceiros nessa jornada e eles mostram que quando a agricultura familiar tem incentivo é possível alcançar grandes mercados. Nós estamos mostrando para todo o Brasil e para o mundo que a agricultura familiar da Bahia é economicamente viável e um sucesso mundial”. No próximo mês de novembro, um grupo da Cooperbac visitará as instalações da Câmara de Comércio da China para conhecer, in loco, seus investidores.

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2019