bannerfull

Casos de chikungunya aumentam mais de 100% em Feira

Embora possuam características distintas, sintomas da doença são parecidos com os da dengue. Fique atento e previna-se!

30 de setembro - 2014 às 17h26
Casos-de-chikungunya-aumentam-mais-de-100-em-Feira

Com informações do Acorda Cidade / Foto: Ilustrativa

De acordo com a Secretaria Municipal de Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, já foram confirmados 33 casos da febre chikungunya até está terça-feira (30). O relatório anterior, que corresponde ao período de 6 de julho até o último dia 27, registrava oficialmente 14 casos confirmados em todo município. Em Feira, segundo dados oficiais, até o momento foram notificados 606 casos suspeitos da febre. Das 33 confirmações, 14 foram feitas em laboratório e 19 por critério clínico. Outros 11 casos foram descartados e 562 continuam em investigação. Uma das ações para combater o avanço da doença é a utilização do fumacê todos os dias para combater os focos do aedes aegpty, especialmente no bairro George Américo, periferia da cidade, e Campo Limpo, Rio do Peixe e Sobradinho, zona rural.

Embora os vírus da chikungunya e da dengue tenham características distintas, os sintomas das duas doenças são semelhantes. Entretanto, na fase aguda da chikungunya, o indivíduo infectado pode apresentar febre alta, dor de cabeça, dor muscular, conjuntivite e dor aguda nas articulações, a chamada poliartrite, que chega até mesmo a impedir os movimentos e perdura mesmo depois que a febre vai embora.

Como ainda não existe vacina contra a chikungunya, a prevenção consiste em adotar medidas simples no próprio domicílio e arredores para combater a proliferação do mosquito transmissor. Fique atento e previna-se!

 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2020