bannerfull

Ibititá é o 7º município da Bahia mais bem avaliado em Gestão Fiscal

Cidade da Região de Irecê ocupa posição de destaque em índice elaborado pela Federação das Indústrias.

11 de agosto - 2017 às 17h18

Receita Própria, Gastos com Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida. Esses são os elementos que compõem o Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF), uma ferramenta de controle social elaborada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, que tem como objetivo estimular a cultura da responsabilidade administrativa, possibilitando maior aprimoramento da gestão fiscal dos municípios. Na edição 2017, Ibititá ficou na 7ª colocação entre as 417 cidades do estado da Bahia, à frente, por exemplo, de Camaçari, Feira de Santana, Paulo Afonso, Juazeiro, Alagoinhas; assim como de todas as demais cidades da Região de Irecê e Chapada Diamantina. 

A metodologia do IFGF é bastante simples: a pontuação, em todos os indicadores, varia entre 0 e 1, sendo que quanto mais próximo de 1 melhor a gestão do município. Com a nota geral 0.6754 e conceito “A” em Gasto com Pessoal, Ibititá ocupa a ducentésima posição entre as 5570 cidades em todo o Brasil. “O sucesso de Ibititá pode ser resumido em três palavras: trabalho, dedicação e planejamento. Pra mim, como prefeito, essa colocação histórica é motivo de orgulho. Entretanto, na condição de cidadão, o mais importante é saber que a excelência da nossa gestão está diretamente relacionada à melhoria da qualidade de vida do povo da minha terra natal”, avalia Cafu Barreto. 

Prefeitura de Ibititá - Cidade em Desenvolvimento 

Comentários

netools comunicação digital
Sertão Baiano - Todos os direitos reservados © - 2017